We’ve got others under our skin

ENcode é simultaneamente um espetáculo e uma instalação decorrente do mesmo. Dois formatos que se desdobram mutuamente.

A criação pretende abordar o lugar performático como se de uma sala de exposição se tratasse, projetando uma comparação com o mundo na perspetiva de uma nova e urgente noção de ecologia. O efeito mais imediato é o surgimento de uma abordagem na qual estamos todos em cena e em rede, tal como no mundo e na vida.

Pretende-se o aprofundar de um traçado imersivo e absolutamente solicitador por parte do público, numa dialética com as novas tecnologias e a arquitetura – nos seus elementos estruturais e componentes móveis dinâmicos – dos próprios teatros/espaços onde acontece, potenciados pela composição sonora e coreográfica.

Após cada apresentação do espetáculo, o métier final será deixado em plena autonomia ecoante, prolongando-se em contexto expositivo.

ENcode reúne artistas e instituições de Arte e de Ciência que refletem uma abordagem transversal de pesquisa.

 

descrição

Público e artistas em palco partilham espaço, co-elaborando. O ENcode transmuta-se de espetáculo em instalação multisensorial num movimento contínuo, sem interrupções.

ficha técnica

Criação Artística e Interpretação | Yola Pinto e Simão Costa
Dança | Yola Pinto
Piano e Eletrónica | Simão Costa
Assistência de Criação | Artur Pispalhas
Gestão | Violeta Mandillo
Desenho de Luz | Cristóvão Cunha
Dispositivos e Espaço Cenográfico | João Calixto, Yola Pinto e Simão Costa
Vídeo Formato Instalação | Yola Pinto
Registo Fotográfico e Vídeo | João Catarino
Programação Informática | MSM Studio
Produção | YPSC_Transduction
Apoio Administrativo | MãoSimMão – Associação Cultural
Residências Artísticas | Teatro da Voz, Pro.Dança, Estúdios Victor Córdon, Centro de Experimentação Artística – CM Moita
Apoios | DGARTES – Direção-Geral das Artes, República Portuguesa – Cultura, Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva
Agradecimentos | Timothy Morton, justwondering.io, Musibéria, LAC – Laboratório de Atividades Criativas, GNRation, Oficinas do Convento
Coprodução | Cineteatro Louletano, MUDAS – Museu de Arte Contemporânea da Madeira, CineTeatro Sobral – Sobral de Monte Agraço

circulação

2022
Lisboa
| Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva – Auditório Mariano Gago
Madeira | MUDAS – Museu de Arte Contemporânea da Madeira

2021
Loulé
|Festival Som Riscado – Cine Teatro Louletano (estreia)